Grupo Gurdjieff São Paulo
Fraqueza
“A força das mulheres está na sua própria fraqueza”.
Anônimo


Envie a um amigo


Adicione aos Favoritos

Veja outras mensagens:


11/2/2017
Com a retidão se governa o império
Com a habilidade se manejam as armas
Mas com a não-ação se conquista o mundo
Como sei que isso é certo?
Porque
Quanto mais leis e proibições houver no mundo
Mais pobre e mísero será o povo
Quanto mais armas tenha o império
Mais desordem e confusão haverá entre o povo
Quanto mais artes e ofícios tiver o povo
Mais coisas supérfulas e inúteis haverá
Quanto mais ordens e leis ditem os governos
Mais salteadores e ladrôes haverá
Logo, o Sábio
Sem agir, ensina as pessoas a se aperfeiçoarem por si mesmas
Sem violência,ensina as pessoas a se beneficiarem a si mesmas
Sem desejos, ensina as pessoas a se tornarem simples por si mesmas

Tao Te Ching

10/2/2017
Mesmo quando estamos envolvidos em um grande aborrecimento, a alegria de ser permanece.

9/2/2017
A nossa humanidade consiste na possibilidade de escolha, na liberdade de decidir.
Por isso, não se sujeite ao medo, pois ele é a pior escravidão.

8/2/2017
Os falsos amigos são como a sombra: não havendo sol, nos abandonam.

7/2/2017
Queixar-se só piora a situação.
Lembre-se de que podemos escolher sob que influência queremos estar.

6/2/2017
Comentando sobre a relação das pessoas com sua energia, Mirra Alfassa dizia:
Os seres humanos não sabem guardar energia. Quando lhes acontece algo, um acidente ou uma doença, pedem ajuda: coloca-se neles uma dose dupla, tripla de energia. Como são receptivos, eles a recebem.
Essa energia lhes é dada por duas razões: restabelecer a desordem causada pelo acidente ou pela doença, e conceder-lhes o poder de transformação para reparar, mudar o que foi a verdadeira causa da doença ou do acidente.

Em vez de utilizarem a energia para essa finalidade, imediatamente jogam tudo fora. Começam a se mexer, a agir, a trabalhar, a falar... Sentem-se cheios de energia e atiram tudo fora! Não conseguem guardar nada. Então, claro, como a energia não foi feita para ser desperdiçada dessa forma, mas para ser usada interiormente, são completamente derrotados. E isso é universal.

Eles não sabem fazer este movimento: entrar em si mesmos, utilizar a energia (não guardá-la, não é para guardá-la), utilizá-la para reparar o dano feito ao corpo e buscar, na sua profundidade, a causa do acidente ou doença e, aí, transformar isso em uma aspiração, na transformação interior.
Ao contrário, logo em seguida, põem-se a falar, a se mexer, a agir, a fazer isso ou aquilo!

Mirra Alfassa era conhecida na Índia como "a Mãe".

5/2/2017
Nem sempre conseguimos mudar o nosso carma externamente, mas podemos transcendê-lo internamente.

4/2/2017
O que for a profundeza de teu ser, assim será teu desejo
O que for o teu desejo, assim será tua vontade
O que for a tua vontade, assim serão teus atos
O que forem teus atos, assim será teu destino

Brihadaranyaka Upanishad IV, 4.5